Assessoria de Comunicação: objetivos, estrutura e atuação

De modo geral, as Assessorias de Comunicação tem o propósito de atender as demandas comunicacionais específicas do assessorado (empresa, órgão governamental, ONG, político ou pessoa física), sendo seus principais os objetivos a administração dos fluxos informacionais, gerenciamento dos relacionamentos com os públicos de interesse e o posicionamento da imagem organizacional perante a sociedade.

Dependendo da empresa/ instituição, a Assessoria de Comunicação tem diferentes denominações: gerência de comunicação, seção de comunicação, setor de comunicação, departamento de comunicação ou outros. As assessorias de comunicação podem ser departamentos internos da organização, terceirizadas ou ainda combinando essas duas formas anteriores. Apesar da diversidade de estruturas possíveis, geralmente são compostas por quatro áreas: Assessoria de Imprensa, Relações Públicas, Publicidade/ Propaganda e Mídias Digitais (não necessariamente com essas denominações). A composição da assessoria de comunicação leva em conta os objetivos do assessorado e suas necessidades comunicacionais. As diretrizes do assessorado balizarão as ações da assessoria.

A Assessoria de Imprensa é responsável pela produção de informações relacionadas às atividades e circunstâncias do assessorado, além disso, estabelece e mantém o relacionamento com a imprensa/mídia por meio da disseminação de informações. Também é da sua atribuição a elaboração de materiais jornalísticos, registro e análise de informações do assessorado na mídia.

Já a área de Relações Públicas realiza a administração do relacionamento do assessorado com seus diversos públicos, tanto externos como internos. Para tanto é responsável pela elaboração de pesquisas, diagnósticos, planejamentos, estratégias e políticas voltadas para o aperfeiçoamento das relações entre a organização e seus públicos.

A Publicidade, por sua vez, é responsável por planejar, executar e acompanhar a elaboração de peças ou campanhas publicitárias que atendam aos objetivos de mercado do assessorado. Geralmente, é a sua atribuição é o relacionamento com agências de publicidade contratadas, sendo fundamental para orientar ações promocionais, atividades de marketing, venda pessoal, design de embalagens e de identidade corporativa.

O campo de Mídias Digitais tem sido cada vez mais requisitado nas assessorias de comunicação. A função geralmente é de conceber estratégias de marketing digital, gerenciamento de mídias sociais, monitoramento, mensuração e análise de menções sobre o assessorado em redes sociais. Destaca-se ainda pelas estratégias de e-mail marketing, links patrocinados e pela produção audiovisual de materiais a serem divulgados.

Campos de Atuação (Setores)

 Apresentaremos algumas especificidades das assessorias de comunicação levando em consideração o contexto no qual estão inseridas. Dessa forma, destacaremos brevemente a atuação nos órgãos públicos, empresas, ONGs e como assessorias terceirizadas.

Os órgãos da administração pública federal, estadual e municipal, geralmente, possuem estruturas de comunicação. Nem todas tem a mesma composição, mas existe um entendimento geral que as assessorias de comunicação são responsáveis por uma comunicação pública, devendo atender as diversas demandas do cidadão, em especial facilitar o acesso às informações de seu interesse.

A questão da credibilidade é um dos principais itens a serem destacados. O setor público tem buscado um constante aperfeiçoamento das suas estratégias comunicacionais, sendo notáveis ações de melhoria da imagem pública. Por isso, muitas vezes as organizações públicas realizam trabalhos de assessoria de imprensa e gerenciamento de mídias digitais, deixando em segundo plano a comunicação interna.

As empresas têm, na maioria dos casos, uma consciência sobre a importância da comunicação, sendo a presença de assessorias de comunicação natural.  É possível notar que o enfoque está nos investimentos na comunicação mercadológica e digital tem se tornado uma tendência. Muitas são as organizações que possuem setores da assessoria de comunicação voltados exclusivamente para essas áreas. No âmbito organizacional, as Assessorias de Comunicação atendem tanto as demandas internas quanto as externas de comunicação.

O terceiro setor, por sua vez, também tem utilizado os serviços da comunicação para divulgação das suas causas. As ONGs com mais estruturas possuem departamentos de comunicação estruturados e que realizam diversificadas tarefas, tanto de comunicação interna quanto externa. Em algumas organizações desse setor nota-se que existem voluntários trabalhando na assessoria de comunicação.

Por fim, podem-se citar as assessorias de comunicação terceirizadas que se constituem em empresas independentes. Essas empresas trabalham com profissionais de diversas especialidades (jornalistas, relações públicas, publicitários, produtores audiovisuais, designers e outros) a fim de atender as demandas comunicacionais do assessorado. Atualmente, os serviços oferecidos são diversos, tais como assessoria de imprensa, gestão de mídias, comunicação interna, monitoramento em redes sociais, marketing digital e outros.

Essas assessorias buscam solucionar problemas pontuais de comunicação, geralmente de empresas ou ONGs que não tem recursos para manter uma assessoria própria. Além disso, existem as situações de organizações que utilizam esporadicamente os serviços específicos de comunicação ofertados por esses empreendimentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s