Considerações sobre os 4Rs das Relações Públicas

Como surgiu a proposta conceitual dos “4Rs” das Relações Públicas? O que ela traz de novidades para área? Quais são os “4Rs” do composto? Qual a minha opinião sobre essa proposta? 

A proposta conceitual dos “4Rs”das Relações Públicas foi desenvolvida pelo consultor e professor Manoel Marcondes Machado Neto1. De acordo com Machado Neto, essa proposta objetiva melhorar a compreensão quanto ao papel gerencial das Relações Públicas, favorecendo uma compreensão integrada de organizações, marcas, de causas, ideias e de pessoas.

Essa proposição teórica foi desenvolvida a partir das experiências do autor em consultoria, treinamento e docência universitária. O fator determinante para o surgimento do composto dos 4Rs (Relacionamento, Relevância, Reconhecimento e Reputação) foi uma pesquisa científica realizada entre 2010 e 2012 com a participação de 100 entrevistados nos estados de de São Paulo Rio de Janeiro e Minas Gerais.  

O autor buscou uma aproximação das Relações Públicas com o Marketing, apresentando uma proposta que faz uma analogia aos 4 Ps do Marketing2, também conhecido como Mix de Marketing ou Composto de Marketing. Os 4 Ps são: Produto, Preço, Praça e Promoção. Produto é tudo que é oferecido aos clientes, Preço não é só quanto custa, mas engloba posicionamento e a proposta de valor, Praça trata-se da distribuição e Promoção é a divulgação do produto.

Os 4Rs: Relacionamento, Relevância, Reconhecimento e Reputação

As Relações Públicas contribuem para as organizações por meio de estratégias de Relacionamento com os diversos públicos (imprensa, funcionários, comunidade, investidores e outros).  A área permite que a organização seja ainda mais Relevante no contexto que atua, sendo inclusive um diferencial competitivo. 

As Relações Públicas contribuem para que a organização tenha o “Reconhecimento”, que é a propriedade de ser distinta e ter uma identidade própria, sendo o resultado pleno da comunicação. Ao trabalhar questões sobre a Imagem/ Identidade da organização as Relações Públicas auxiliam na construção de uma Reputação positiva. A Reputação é o resultado de um trabalho contínuo que se obtém a partir das atitudes e ações de relacionamento efetivamente colocadas em prática.  

Em síntese, o que Relações Públicas pode fazer por um órgão público, empresa, marca ou ONG?

Estabelecer Relacionamentos com os públicos estratégicos (internos e externos).

Busca evidenciar a Relevância da Organização no cenário/ contexto dela.

Contribuir para que a Organização seja Reconhecida.

Fortalecer a imagem positiva da Organização (Reputação).

Os 4Rs ( Relacionamento, Relevância, Reconhecimento e Reputação) constituem instâncias em que a atividade de RP pode ser útil às organizações, empresas e marcas. A proposta dos 4 Rs foi feita para sintetizar as linhas teóricas da área, sendo que cada “R” é dividido em táticas e estratégias, totalizando um quadro de 8 estratégias e 16 táticas em que os saberes e fazeres das relações públicas se aplicam:  

Desdobramento do Composto dos 4Rs

Minha opinião 

Acredito que a proposta conceitual tem como principais méritos sintetizar a área de Relações Públicas em palavras-chave, aproximar-se do Marketing de forma diferenciada e sistematizar abordagens clássicas em eixos (cada R traz um conjunto de teorias e conceitos de Relações Públicas). Deve-se ressaltar ainda que a proposta tem um bom nível de aplicabilidade, em especial em mercados concorridos e consultoria empresarial. Penso que pode ser utilizada, por exemplo, para explicar didaticamente quais serviços de comunicação podem ser ofertados.

Contudo, acredito que a divisão em estratégias e táticas ainda é um pouco confusa, visto que determinadas estratégias (por exemplo, presença competente na internet) podem ser consideradas táticas bem operacionais em determinados contextos. Outro exemplo é a tática “Estudo dos Públicos” que para mim está muito mais voltada para o Relacionamento do que Reputação. Para pensar em relacionamento deve-se conhecer os públicos de interesse.

De modo geral, acredito que a proposta conceitual dos 4Rs é uma excelente contribuição para a área tendo em vista a possibilidade de sintetizar aspectos da atuação de Relações Públicas em palavras-chave (Relacionamento, Relevância, Reconhecimento e Reputação).  Tenho, inclusive, inserido essa perspectiva na disciplina de Assessoria de Comunicação que ministro no Curso de Relações Públicas (UFAM). Os alunos aplicam os  4Rs em trabalhos práticos de atendimento a clientes no formato de consultoria.  Os resultados tem sido bem positivos.

1 Está descrita no livro: NETO, Manoel Marcondes Machado. 4 Rs das Relações Públicas Plenas: proposta conceitual e prática para a transparência nos negócios. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna, 2015.

2 A origem do conceito remete ao ano de 1960, que foi quando Jerome McCarthy apresentou em seu livro Basic Marketing: a Managerial Approach (lançado no Brasil como “Marketing Básico: Uma Visão Gerencial”). 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s