Artigo aborda sobre a Amazônia e o poder simbólico das ONGs transnacionais

Capa da Revista Tríade feita por Rafael Oliveira – Design/UNISO

Amazônia e o poder simbólico das ONGs transnacionais análise dos sentidos discursivos nos textos institucionais do Greenpeace e WWF“. Esse é o título do nosso artigo publicado na edição mais recente da revista Tríade: Comunicação, Cultura e Mídia¹, publicação vinculada ao Programa de Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba (UNISO).

O artigo busca analisar diferentes aspectos do poder simbólico nos discursivos das ONGs Greenpeace e WWF sobre a Amazônia. Utilizamos a Análise do Discurso da linha francesa como eixo teórico-metodológico, sendo empregada para examinar o movimento interno dos textos, não-ditos, questões ideológicas, saliências ou apagamentos, reveladores dos posicionamentos dos sujeitos enunciadores. Durante o processo de análise discursiva de cinco textos diferentes, notou-se que os sentidos de Amazônia efetivam-se por meio de diversas formas de poder simbólico.

¹A proposta editorial da Revista Tríade comporta diversidades temáticas, tais como produção de sentidos, modos de organização e estruturação de textos em processos e práticas de linguagem nas mídias; narrativas envolvidas na configuração de gêneros e formatos; regimes de interação, visibilidade, subjetividade, identidade e sociabilidade constituintes de processos midiáticos; formas de sociabilidade advindas das práticas comunicativas no espaço urbano e em instituições.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s