Comunicação Digital e Empresas

comunicacao-digitalNa atualidade, as empresas que conseguiram adaptar-se a nova realidade digital conseguiram um grande diferencial competitivo. Muitas delas estão se beneficiando dos meios digitais e estabelecendo um novo parâmetro de relacionamento com sua clientela. A Comunicação Digital, quando bem utilizada, é uma forma EXCELENTE de estabelecer relacionamentos com diversos públicos da Organização.  Nesse sentido, o benefício das mídias para as organizações está na possibilidade de alcançar vários públicos com um baixo custo. Tem empresas, hoje, que não investem mais em mídias tradicionais (televisão, jornal, rádio…), somente em mídias digitais. As mídias sociais estão mudando significativamente o modo de fazer Comunicação Empresarial.

Por outro lado, algumas  empresas ainda estão engatinhando no mundo digital. Existem empresas que entraram no Ciberespaço por puro modismo e outras estrategicamente. As que entraram por modismo, ou seja para seguir apenas uma tendência, não conseguiram se estabelecer. Isso é comprovado por empresas que não atualizam mais suas redes sociais e que não tem um plano de ação digital. Por outro lado, algumas empresas tiveram uma visão estratégica, buscaram compreender a essência da comunicação digital e montaram setores de Assessoria Digital, contrataram Analistas de Mídias Sociais…, enfim se equiparam. Nesse contexto, os profissionais de Relações Públicas começaram a ser requisitados para compor esses quadros.

Tomando como base esse cenário, a postura ideal do profissional de Comunicação deve estar pautada em: 1-atender os princípios éticos e o 2-bom senso. A ética é fundamental pois é necessário ter ações digitais que reflitam verdadeiramente a identidade da organização. No meio digital há uma flexibilidade e liberdade de todas as partes. E essa liberdade implica também em assumir responsabilidades autorais e morais. Além disso, o profissional precisa ter sempre em mente que a sua atuação é gerenciar relacionamentos. E para isso é preciso ter bom senso. Bom senso para não invadir a privacidade. Bom senso para não criar uma comunicação unilateral. Bom senso para não comprometer a imagem da empresa. Bom senso para não criar expectativas que não serão alcançadas. Bom senso para não criar estratégias incipientes. O Bom senso é a bussola profissional do Relações Públicas.

Acredito que outros profissionais também podem ser gestores de mídias sociais. Muitos profissionais tem gerenciado bem as Mídias Sociais e não são Relações Públicas. Mas as vantagens ao contratar um profissional de Relações Públicas são: sua percepção de públicos, foco no relacionamento e visão da comunicação integrada. A visão que existem diversos segmentos que precisam ser trabalhados com enfoques diferenciados é fundamental para o meio digital. Não existe o público, mas os públicos. O gestor de Mídias Sociais deve saber que há uma diversidade de interesses que devem ser levados em consideração. Outro ponto é o foco no relacionamento. O RP centra todas as suas ações para gerar uma relação com os púbicos. Não basta ter as mídias se não houver um relacionamento verdadeiro. Por fim, o RP sabe da importância de outras áreas na gestão das Mídias Sociais. Por isso é fundamental buscar apoio em outras áreas (Jornalismo, Publicidade, Administração de Marketing…) para poder alcançar uma totalidade nas ações digitais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s