Relações Públicas no Brasil: primeiros departamentos

A professora Margarida Kunsch (1997) faz no primeiro capítulo do livro Relações Públicas e Modernidade: novos paradigmas na comunicação organizacional uma análise critica da trajetória das Relações Públicas no Brasil. Registramos abaixo dois momentos importantes para história das Relações Públicas no país.

Em 30 janeiro de 1914, instala-se em São Paulo o primeiro departamento de Relações Públicas pela empresa canadense de eletricidade The São Paulo Tramway Light and Power Company Limited, hoje Eletricidade de São Paulo S.A. Nele estava à frente Eduardo Pinheiro Lobo, considerado o patrono da profissão no país.

Foi o primeiro serviço regular de Relações Públicas a funcionar no país, sendo seus procedimentos baseados em métodos canadenses e norte-americanos. Objetivo principal era dar informações ao público. A criação do Departamento foi assim registrada:

“São Paulo, 30 de janeiro de 1914. Aviso Geral: A partir de 1º de fevereiro. Será estabelecido nesta Empresa um novo departamento denominado ‘Relações Públicas’, que terá o controle imediato dos negócios da Empresa com as autoridades estaduais e municipais, ingressos escolares e demais negócios que posteriormente lhe forem atribuídos. O Dr. Eduardo Pinheiro Lobo é nomeado chefe deste Departamento. Atenciosamente, W.G.McConnel, Asst. Director Geral”

O departamento tinha como atribuições cuidar dos negócios da Light com as autoridades estaduais e municipais, administração dos passes escolares concedidos pela companhia aos estudantes e outros assuntos que lhe fossem atribuídos.

 Em 1951, registra-se a criação do primeiro departamento genuinamente nacional, o da Companhia Siderúrgica Nacional, em Volta Redonda, RJ, chefiado por Evaldo Simas Pereira que é “visto hoje como o precursor da linha administrativa em Relações Públicas” (KUNSCH, 1997, p. 20). Ademais, em 1952 é fundada a Companhia Nacional de Relações Públicas e Propaganda, a primeira empresa de RP que destacou-se pelo pioneirismo na prestação de serviços de comunicação no Brasil.

KUNSCH, Margarida Maria Krohling. Relações Públicas e modernidade: novos paradigmas na comunicação organizacional. São Paulo: Summus, 1997.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s